15 dezembro 2012

[PRENÚNCIO]

Sonho contigo desde que nasci.
Minto. Sonho contigo muito antes de nascer.
Muito antes do mundo ser mundo.
Antes até de existir vida.
Amei-te antes de respirar pela primeira vez e 
amo-te todas as noites no preciso milésimo de segundo que antecede o adormecer.
[dizem que por vezes estremeço suavemente antes de adormecer]

Sonho sobretudo com o teu olhar que tudo diz
[muito mais que todas as palavras]
E com as tuas mãos que, sem nunca me terem tocado,
me tacteiam por fora e por dentro.

Hoje sonhei contigo mas não te vi.
[ainda não te consegui ver]
Um dia, quando nos cruzarmos
[nesse instante iluminado],
a vida ficará suspensa e eu saberei que és tu.

Saberemos os dois.

[Ariana Aragão]