03 março 2012

[é tempo]

Há um momento na vida em que é preciso focalizar. Mudar de perspectiva. Parar para avançar. Não recusar o futuro. Não olhar para trás nem lamber as feridas. Não temer voltar a cair. Não correr meio mundo para nos encontrarmos, quando no fundo andamos a fugir de nós mesmos. Resgatar o mais visceral de nós, que outrora atiramos para o poço mais profundo.

Há um tempo para ultrapassar barreiras. Para nos libertarmos daquela bagagem de pequeninos nadas. Mudar de pele e abrir os olhos. Atravessar aquela ponte instável sem olhar para baixo. Tempo de seguir em frente, sem lamentações, nem saudade, sem planos, sem aquele nó no estômago. Tempo de viver mais devagar. Sem a sofreguidão de todos os dias.

É tempo de dissecar cada pedaço para depois os juntar. 

Limpos e inteiros. Tempo de me abandonar nas coisas mais simples e essenciais. Não pedir desculpa por querer menos que tudo. 
É tempo.

[ariana luna] 


Foto: Jeff Zoet

2 Comments:

At 5 de março de 2012 às 23:56, Blogger Maria Cardeal said...

Acabei de ler um livro que, poderia jurar, faz todo o sentido, também para ti. "Por Acaso", se não comprares, eu empresto.

 
At 9 de março de 2012 às 17:37, Blogger ariana luna said...

Temos um cappuccino com muito, muito tempo de atraso. Ou seja, muita conversa para pôr em dia.
Podemos começar por esse livro... .)

 

Enviar um comentário

<< Home