12 abril 2010

lado a lado

[…] que haja espaços na vossa união,
E que os ventos dos céus dancem entre vós.
Amai-vos um ao outro, mas não façam do amor uma prisão:
Deixem-no antes ser um mar que se move entre as margens das vossas almas.
Encham a taça um do outro mas não bebam duma só taça.
Dêem do vosso pão um ao outro mas não comais do mesmo pão.
Cantem e dancem juntos e alegrem-se, mas deixem que cada um esteja só,
Como as cordas duma harpa estão sós embora vibrem com a mesma música.
Entregai os vossos corações, mas não para que cada um os guarde.
Pois só a mão da Vida pode conter os vossos corações.
E mantenham-se juntos mas não demasiado próximos:
Pois os pilares do templo estão afastados,
E o carvalho e o cipreste não crescem na sombra um do outro.


Khalil Gibran, in O Profeta


[getty images]

2 Comments:

At 12 de abril de 2010 às 23:10, Blogger Dry-Martini said...

Verdades condensadas

XinXin

 
At 13 de abril de 2010 às 18:30, Blogger Pi said...

tinha saudades deste blog:)

bjo grande!

 

Enviar um comentário

<< Home