17 julho 2009

crème brulée

É assim que me fazes sentir. Crème brulée.
Como há muito [muito] tempo não sentia.


[Apenas conhecerás a capa dura, que custa quebrar. Apenas isso. Não imaginas como tudo cá por dentro está suave e doce...]

2 Comments:

At 17 de julho de 2009 às 21:06, Blogger afectado said...

Gostei da comparação!

 
At 17 de julho de 2009 às 22:59, Blogger Margarida said...

Podia ter escrito por mim

(é sentido assim por mim)

:)

 

Enviar um comentário

<< Home