04 junho 2009

caminho

Quase gosto da vida que tenho. Não foi fácil habituar-me a mim. Tive de me desfazer das coisas mais preciosas, entre elas de ti. Sim, meu amor, tive de escolher um caminho mais fácil. […] Não sei se valeu a pena mas também não me pergunto se valeu a pena. Há muitas coisas assim. Não é desistir, é só dar demasiada importância a coisas que não a têm.

Pedro Paixão in A Noiva Judia


[DeviantART - pormenor]

2 Comments:

At 4 de junho de 2009 às 22:55, Blogger Dry-Martini said...

Mais um autor que partilhamos. Informo que fica um pouquinho adiado o nosso poema até resolver uma pequenina coisa que tenho dado demasiada importância e não a tem .)

XinXin

 
At 15 de junho de 2009 às 12:54, Blogger Vekiki said...

Amo Pedro Paixão!

 

Enviar um comentário

<< Home