02 abril 2009

quando as palavras...

Quando as palavras não dizem o que somos.
Gastamos em tinta o que prometemos em sonhos.
Quando as palavras não dizem o que somos.

Oh! Meu Anjo da Guarda, eu sei que te dou trabalho.
Eu e tu somos iguais... eu queria tanto fazer-te feliz...
Não esperes que eu consiga mudar da noite para o dia.

Mesa, in Quando as Palavras
Letra e Música de João Pedro Coimbra

3 Comments:

At 3 de abril de 2009 às 04:12, Blogger alessa said...

Lindo....

 
At 7 de abril de 2009 às 15:07, Blogger PitukinhasBiju said...

Gosto muito :)

 
At 10 de abril de 2009 às 02:11, Blogger miak said...

Vim deixar um olá... e um "até logo" no Duende Feliz.

Bj.

 

Enviar um comentário

<< Home